Home

REGRAS DE SUBMISSÃO NANOZINE 8: ERÓTICA

Nanozine erótica

A literatura erótica parece ter acordado nos dias de hoje os leitores e escritores mais e levou-os a partilhar partes do subconsciente até agora esquecidas ou reprimidas. Embora a fanfiction do Twilight seja a causa do boom literário pela qual o mundo atravessa neste momento, foi com Sapho e a sua poesia erótica na Grécia Antiga, passando ainda pelo Decameron de Boccacio que a literatura erótica começou a formar-se. No século XVIII com Marquês de Sade e o masoquismo na literatura, as suas perversões chocaram a Europa e ainda muitos leitores hoje em dia. A moral victoriana não foi suficiente para abafar certas obras, que embora proibidas, resistem até os nossos dias e vêm sucessivas edições. A literatura erótica tem percorrido um caminho muitas vezes complicado, por isso este número celebra o erotismo heterossexual, homossexual, com sexo a dois ou três ou mais e desde as posições mais tímidas até às mais atrevidas, passando mesmo pelo sadomasoquismo.

O que procuramos?

Procuramos contos, poemas, banda-desenhada, pintura, fotografia, artigos sobre filmes de erótica, literatura erótica e sobre arte também ela erótica.

Submissões:

Serão aceites submissões para o número especial até 20 de Janeiro de 2013, para que o número seja publicado em Fevereiro. Poderão enviar os trabalhos para o e-mail nanozine.web@gmail.com em formato word (.rtf, .doc, .docx). Não serão aceites submissões em .pdf. Será permitida uma submissão por autor. Os contos não deverão ultrapassar as 3000 palavras. Se houver submissões que não serão aprovadas, os motivos e conselhos serão dados para que o trabalho seja revisto e melhorado para o futuro. À medida que recebermos as submissões será dada uma resposta positiva ou negativa. Os trabalhos serão lidos e avaliados numa primeira fase pela Ana Ferreira e, posteriormente serão dados à revisora Alexandra Rolo e Leonor Ferrão para verificação de erros e gralhas.

O que iremos recusar ou seja, não procuramos?

A escrita erótica tem de ser bem trabalhada e é preciso tacto para conseguir a frase certa ou a descrição perfeita. Celebramos o erotismo, desde o paranormal, até às fantasias homossexuais, passando por algo mais light e até quem sabe erótica misturada com terror. De modo a não ofender ninguém, recusaremos ficção erótica com menores, mesmo que seja algo inspirado no Lolita de Nabokov ou mesmo no Tal mãe, tais filhas de Pierre Louis. Aceitamos erótica com necrofilia, visto os vampiros ou zombies estarem mortos. Poderão também juntar o erótico aos vários tipos de punk. Tenham em atenção que devido à nova vaga de erotismo, se irão submeter um trabalho com influências sadomasoquistas terão de fazer pesquisa. O sadomasoquismo não tem como objectivo rebaixar ninguém. Quando uma personagem aceita submeter-se a esta corrente terá de o fazer de livre vontade. Não serão aceites contos que retratem violações quer femininas, quer masculinas. Leiam atentamente alguns livros ou artigos sobre erotismo disponíveis online (cuidado com a qualidade de alguns sites. Iremos brevemente colocar no site da Nanozine alguns artigos. Alguns sites são enganadores em relação à temática do masoquismo).

Masochism, submission, surrender: masochism as a perversion of surrender de Emmanuel Ghent:
http://www.wawhite.org/uploads/PDF/E1f_9%20Ghent_E_Masochism.pdf

Gender Differences in Erotic Plasticity: The Female Sex Drive as Socially Flexible and Responsive de Roy F. Baumeister:
http://www.southalabama.edu/psychology/gordon/Baumeister(2000)SexualOrientation_Female.pdf

Angela Carter Demystified: The Employment of The Gothic in Angela Carter’s Fiction de Sara Tavassoli e Parvin Ghasemi

The Long sexual revolution de Hera Cook (Oxford University Press)

Fatal women: Lesbian sexuality and mark of aggression de Lynda Hart (Routledge)

O que devemos de ler?

Para quem quiser inspiração divina, fica aqui uma lista de livros eróticos:
– Fragmentos poéticos de Safo
– Filhas de Safo (uma história da homossexualidade feminina em Portugal) de Paul Drummond Braga
– Nana de Zola
– O jardim perfumado de Xeqye Nefzaui
– Decameron de Giovanni Boccacio
– Kamasutra
– Teleny de Oscar Wilde(?)
– Justine de Marquês de Sade
– Filosofia da Alcova Marquês de Sade
– Fanny Hill (memórias de uma prostituta) de John Cleland
– A história de O de Pauline Reage
– O amante de Lady Chatterley de D.H.Lawrence
– Trópico de Cancêr/ Trópico de Capricórnio de Henry Miller (quem tiver qualquer livro do Henry Miller também dá, estes dois são os livros mais conhecidos dele e que terão mais chance de encontrar nas livrarias com edições baratas)
– Nossa senhora das flores de Jean Genet (em inglês Our lady of the flowers)
– Henry & June de Anaïs Nin
– Delta Venus de Anaïs Nin
– The mammoth book of erótica (vários – com contos de Clive Barker & Anne Rice)
– The mammoth book of lesbian erotica (reunido por Rose Collins)
– Amor Carnal de Pedro Pinto
– Trilogia Bela Adormecida de Anne Rice
– Belinda de Anne Rice
– As Palavras do corpo de Maria Teresa Horta
– Ensaio sobre açoitamentos (autor anónimo)
– Poesias eróticas, burlescas e satíricas de Bocage

ATENÇÃO: Não serão aceites fanfictions de livros/filmes/desenhos animados e comics. Por motivos de direitos do autor e do copyright não podemos aceitar qualquer tipo de fanfiction. Por isso não aconselhamos, de igual forma, que os autores adoptem estruturas de narrativa retirada de outras obras e alterem o nome. Sabemos que isso está a ser feito no mundo editorial por todo o mundo, mas o objectivo deste volume é celebrar a literatura erótica pelos tempos e pelos diferentes países, não apenas focar num fenómeno recente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s